Em artigo do Investing.com, Carlos Heitor Campani analisa os melhores e piores papéis da Bolsa de Valores em 2020

Portal: Investing.com
Data: 19/06/2020

 

Melhores e Piores Papéis da Bolsa em 2020

Analisei o comportamento dos 100 ativos que compõem atualmente o IBrX 100 ao longo de 2020 (ações e units). Este índice é um pouco mais abrangente do que o Ibovespa (hoje com 73 ações) e escolhe seus 100 constituintes pelos maiores índices de negociabilidade, funcionando como um bom filtro de liquidez. A análise parte do preço de fechamento do último pregão em 2019 e vai até o fechamento da última quarta-feira, dia 17 de junho. Espero que seja bacana e útil para todos vocês!

Como critério de performance, utilizei o índice Campani. Como explicado em minhas colunas aqui de 815 e 22 de maio, este índice tem a mesma interpretação que o famoso índice Sharpe (retorno médio por unidade de risco), mas utiliza métricas de retorno e risco conceitualmente corretas e bem fundamentadas (nos artigos anteriores, explico claramente porque o Sharpe é fundamentalmente equivocado e pode, muitas vezes, melhorar artificialmente a performance de maus gestores, prejudicando os bons gestores). Os papéis com índice Campani acima de 1,20 estão listados abaixo (para efeito de comparação, o Ibovespa e o próprio IBrX 100 estão com IC = 0,92 em 2020):

 

 

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Assessoria de Comunicação: Contextual

Rolar para cima