fbpx

Parque Tecnológico lança Programa Projetos Especiais UFRJ

O Parque Tecnológico da UFRJ, parceiro do COPPEAD em diversas iniciativas de promoção ao empreendedorismo e desenvolvimento do ecossistema UFRJ, está lançando o Programa Projetos Especiais da UFRJ, que irá selecionar projetos de ensino, pesquisa e extensão universitária, novos ou em andamento, da UFRJ para aporte financeiro de até 150 mil reais. As inscrições vão até o dia 02 de abril.

O Programa conta com apoio das Pró-Reitorias de Graduação – PR1, Pós-Graduação e Pesquisa – PR2 e de Extensão – PR5, e tem como objetivo apoiar iniciativas institucionais capazes de promover interações interdisciplinares entre as diversas áreas acadêmicas da UFRJ.

Serão aceitos projetos que privilegiem abordagens interdisciplinares, equipes multidisciplinares e ações em rede, de modo que ao final possam gerar contribuições relevantes para o avanço do conhecimento em seus campos de atuação. A ideia é que, ao final, cada uma destas iniciativas possa gerar contribuições relevantes para o avanço do conhecimento em seus campos de atuação.

Todos os projetos devem ser enquadrados no campo da pesquisa, do desenvolvimento e da inovação (PD&I) e deverão se enquadrar em pelo menos um dos quatro ODS, listados a seguir:

  • ODS 6, Água Potável e Saneamento – Assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água e saneamento para todos;
  • ODS 8, Trabalho Decente e Crescimento Econômico – Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho decente para todos;
  • ODS 10, Redução da Desigualdades – Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles; e
  • ODS 11, Cidades e Comunidades Sustentáveis – Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

As inscrições vão até o dia 02 de abril e podem participar membros do corpo social da UFRJ como docentes, servidores técnicos administrativos e discentes. No caso de propostas submetidas por discentes, esta deverá ter necessariamente um coordenador que atuará junto à Fundação COPPETEC (este coordenador deverá ser um docente ou servidor técnico administrativo).

Para mais informações e inscrições,  clique aqui  acesse o site do projeto.

Rolar para cima