COPPEAD atinge nota máxima na avaliação da Capes

O Programa de Pós-Graduação do Instituto COPPEAD de Administração da UFRJ alcançou a nota 7 (numa escala que vai até 7) na avaliação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação (MEC). O Programa passa a ser o único ligado ao sistema público federal de ensino no Brasil a obter esta pontuação na área de Administração, Turismo e Ciências Contábeis. A nota obtida é um reconhecimento à excelência do seu ensino, na pesquisa e ao seu elevado grau de internacionalização. A avaliação corresponde ao período entre 2017 e 2020.


Para a diretora do COPPEAD/UFRJ entre 2018 e 2021, Elaine Tavares, a nota 7 representa o fruto de muito trabalho ao longo dos últimos anos. Segundo ela, os resultados de pesquisa seguiram numa crescente de produção. Durante o quadriênio da avaliação, os 22 professores do núcleo permanente publicaram 271 artigos com classificação A no Qualis, sendo 62% internacionais e 40% da prestigiosa lista da ABS.
A professora, que neste ano passou a direção para o professor Otávio Figueiredo, destacou também que 87% dos professores do Núcleo Docente Permanente – NDP participaram de missões no exterior e que o Coppead organizou também 19 Workshops Internacionais e contou com uma rede ativa de pesquisa com 64 universidades estrangeiras neste período. “Foram 42 doutores e 131 mestres formados. No mestrado, tivemos 19 alunos regulares estrangeiros e 106 intercambistas. Além disso, nesse período tivemos 150 disciplinas em inglês”, afirma a professora, acrescentando que mesmo durante a pandemia a escola não parou, tendo se reinventado e se adequado ao momento. “Muito me orgulha ter um corpo docente e uma equipe de servidores e funcionários que não mediram esforços para, mediante a suspensão das atividades presenciais por conta da pandemia, retomar em 15 dias as atividades didáticas pelo ensino remoto síncrono”, complementa.


O novo diretor, Otávio Figueiredo, ressalta que a pesquisa gerada pela escola, totalmente alinhada à pratica gerencial, também alimentou as salas de aula da educação executiva, formando quadros de grande importância para o desenvolvimento nacional, além de relevantes parcerias com empresas em projetos de Cátedras de Estudos para a produção do novo conhecimento em Gestão. Ele destaca que tudo isso é fruto de movimentos da escola na última década, tais como a expansão significativa do seu Doutorado, além da conversão do Mestrado para que fosse totalmente ministrado em inglês. “Sem dúvida esses movimentos, junto com o investimento em pesquisa têm feito a diferença”, diz.


De acordo com o diretor, outra métrica importante que passou a ser considerada pela Capes foi o impacto social dos programas. O COPPEAD/UFRJ se destacou na clareza e na consistência de suas contribuições ao longo do tempo; na intensidade do impacto em nível local, regional, nacional ou internacional; no incentivo à inovação, transferência de conhecimentos e impacto social; e no envolvimento dos professores em ações de impacto em outras esferas da sociedade.


Reconhecimento internacional
Além da internacionalização da pesquisa, é destaque a internacionalização da sala de aula. Ao longo dos últimos anos, o Mestrado no padrão Full-time MBA foi reconhecido 13 vezes pelo jornal britânico Financial Times em seu ranking dos melhores programas do mundo. A turma de Mestrado do COPPEAD tem atualmente cerca de 20% de alunos regulares estrangeiros e recebe cerca de 40 alunos de intercâmbio anualmente.


A Escola possui convênio com 40 escolas de negócios nos 5 continentes. Foi ainda pioneira no Brasil na criação de programas executivos como Mestrado em inglês e o MBA Executivo e seus ex-alunos atuam como presidentes, membros de conselho, executivos e empreendedores no Brasil e no exterior.

Rolar para cima