fbpx

A professora Margarida Gutierrez concedeu entrevista sobre o Banco Central dos EUA

Portal: Correio Brasiliense
Data: 04/11/2019

 

 

Banco Central dos EUA corta juros básicos para entre 1,5% e 1,75% ao ano

Autoridade monetária norte-americana sinaliza, em comunicado, que vai fazer uma pausa na redução da taxa, que já sofreu três cortes este ano

Para a economista e especialista em macroeconomia nacional e internacional, professora do COPPEAD da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Margarida Gutierrez, o motivo do corte foi a inflação, que continua baixa nos EUA. “O Fed está reduzindo juros para dar mais gás na economia e a inflação voltar à meta de 2%”, avaliou.

Segundo ela, como o Banco Central do Brasil também deve reduzir a taxa básica Selic, ainda nesta quarta-feira, possivelmente em 0,5 ponto percentual, a diferença entre os juros norte-americanos e brasileiros vai diminuir. “Ainda assim, a Selic fica mais atrativa em relação aos juros dos Estados Unidos”, comparou.

 

Assessoria de Imprensa: Contextual Comunicação

Rolar para cima