fbpx

Hospital São Felipe: Desafio da gestão da capacidade em uma emergência hospitalar

Tipo
Artigos

Ano
09/03/2021

Linha de Pesquisa
Tomada de Decisão, Comportamento e Ética

Autor(es)
Claudia Araujo, Kleber Figueiredo

Orientador

https://www.coppead.ufrj.br/wp-content/uploads/2020/10/Hospital-Sao-Felipe_Desafio-da-gestao-da-capacidade-em-uma-emergencia-hospitalar.pdf


Revista de Administração Contemporânea, v. 25, n. 2. Resumo: Em julho de 2017, a diretoria do Hospital São Felipe, tradicional estabelecimento privado localizado em Minas Gerais, se reuniu para discutir os resultados da pesquisa de satisfação realizada no hospital, em que ficou clara a grande insatisfação dos clientes com o atendimento da emergência. No ano anterior, a emergência do hospital atendera, em média, a cerca de 6.300 pacientes/mês, divididos nas três especialidades: clínica médica, ortopedia e oftalmologia. Ao diretor da emergência foi dado um prazo de 20 dias para apresentar um plano de ação para resolver os problemas identificados em sua área, particularmente os relacionados à espera. A primeira atitude tomada pelo diretor da emergência foi coletar dados que viabilizassem analisar os tempos de espera ao longo do processo. De posse dos dados, ele acreditava que teria uma melhor compreensão do fluxo do processo e que seria capaz de propor soluções para o problema da espera na emergência. O caso foi escrito, com dados fictícios, com o objetivo pedagógico de trabalhar em sala de aula o conceito de gestão de capacidade em serviços e meios de lidar com a variabilidade do processo e da demanda, como é o caso de uma emergência hospitalar.

Rolar para cima