fbpx

Effectuation e a influência das redes sociais em internacionalização de startups em aceleradoras

Tipo
Artigos

Ano
17/05/2016

Linha de Pesquisa
Tomada de Decisão, Comportamento e Ética

Autor(es)
Carolaine Fabricia Bonk Sarmento, Carlos Augusto Septimio de Carvalho, Luis Antonio da Rocha Dib

Orientador

https://internext.espm.br/internext/article/view/322


Internext, v. 11, n. 1, pp. 63–76. Resumo: Aceleradoras recentemente se tornaram uma alternativa mais atuante do que as incubadoras como um mecanismo de apoio e desenvolvimento de startups de base tecnológica, inclusive em sua internacionalização. Ao mesmo tempo, redes sociais possibilitam e aumentam a velocidade do processo de internacionalização de pequenas firmas por meio da obtenção de recursos de terceiros e de conhecimento de mercado. Neste contexto, o objetivo desta pesquisa foi a busca de uma maior compreensão sobre como as aceleradoras agilizam o processo de internacionalização das startups nelas incubadas. Foi realizado um estudo de caso único em profundidade de uma startup de internet. A análise do processo de internacionalização da empresa teve como base teórica a abordagem do empreendedorismo internacional e a teoria de effectuation. Os resultados indicaram que a startup se beneficiou de recursos e conhecimentos obtidos por meio da aceleradora, os quais seriam comumente obtidos por meio de uma rede social. Além disso, a aceleradora, substituindo a rede social informal de maneira formal e estruturada, foi capaz de aumentar a velocidade de internacionalização da firma. A principal contribuição deste artigo é a de iluminar mais detalhadamente a conexão entre os princípios teóricos da effectuation e o uso de redes sociais na internacionacionalização de pequenas firmas.

Rolar para cima