fbpx

Paula Chimenti concede entrevista sobre tendências de RH para 2021 para o portal de notícias Valor Econômico

Portal: Valor Econômico

Escritórios viram locais de cocriação e colaboração


Companhias iniciam reformas para redefinir uso dos espaços e deixam trabalho
rotineiro para o remoto

Desde outubro do ano passado, a alta liderança da Heineken vem discutindo de forma mais decisiva futuro de seus escritórios no país. Pesquisas internas, que mediram o desejo dos funcionários brasileiros de retornar ao presencial, indicaram que “ninguém queria para sempre o trabalho remoto, mas ninguém queria voltar todos os dias”. Em busca do meio termo, a empresa está “repaginando” espaços administrativos em São Paulo para montar “hubs de acomodação”

No novo modelo, a sede, na Vila Olimpia, o centro de serviços compartilhados em Itu (SP) tornam-se “hubs”. O layout dos espaços será revisto e os 1,3 mil funcionários do corporativo e do centro de Itu poderão escolher onde dar expediente presencialmente quando desejarem, podendo frequentar os espaços até duas vezes por semana. “Quando o retorno for seguro, as pessoas vão ter espaço para se encontrar, fazer reuniões, celebrar e conhecer colegas, mas o escritório não vai ser mais o lugar para performar suas atividades rotineiras”, diz Raquel Zagui, vice-presidente de recursos humanos da Heineken.

Assessoria de Comunicação: Contextual

Pare ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Rolar para cima