fbpx

Marie Anne Macadar concede entrevista sobre a parceria das escolas brasileiras com instituições de ensino internacionais para o portal Valor Econômico

Portal: Valor Econômico

Aula on-line impulsiona curso internacional

Novas opções de programas on-line incluem instituições em Israel, Portugal e Reino Unido

A partir de 2020, por causa da pandemia, a maiorida das escolas de negócios passou a oferecer programas internacionais por meio de aulas on-line. A modalidade continua neste semestre e não há definições sobre quando as aulas presenciais no exterior irão retornar. “Tudo vai depender da situação de casa país”, diz Marie Anne Macadar, vice-diretora de relações institucionais do COPPEAD/UFRJ.

Nos últimos dois anos, ganharam força os cursos oferecidos por instituições latino-americanas, da China e Estados Unidos. Em seis escolas ouvidas pelo Valor, há alianças com 256 parceiros em todo o mundo. Foram firmados acordos recentes com centros de ensino de Israel, Portugal e Reino Unido. Em algumas instituições no Brasil, a demanda de alunos por programas internacionais online subiu 30% em 2020, em comparação ao ano de 2019.

Os convênios com as instituições estrangeiras podem incluir uma certificação “dobrada”, quando o aluno assiste ao último semestre de aula na universidade parceira e recebe um diploma duplo, e módulo on-line que duram de sete a 14 dias e fazem parte dos MBAs internacionais.

Assessoria de comunicação: Contextual

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Rolar para cima