fbpx
carlos-heitor-investing-financas pessoais

Artigo “Melhores e Piores Ações Fora da Ibovespa na Bolsa em 2021”, de autoria do prof. Carlos Heitor

Portal: Investing.com

Melhores e Piores Ações Fora do Ibovespa na Bolsa em 2021

Hoje divido com vocês os melhores e piores papéis da bolsa em 2021, considerando-se apenas ações e units de empresas consideradas pequenas na bolsa (small caps). Considerei como universo de análise os 95 papéis que estão no IBrA (Índice Brasil Amplo, da B3) e não estão no Ibovespa. Meu objetivo é dar atenção a papéis que podem não estar no seu radar, já que a bolsa não se limita, de forma alguma, ao mais famoso dos seus índices. A importância de se tomar o IBrA como referência em vez de todas as ações listadas é garantir um mínimo de liquidez à análise, tendo em vista que tal índice inclui os papéis que respondem por 99% da negociabilidade da bolsa.

É importante notar que utilizo retornos totais, ou seja, que incorporam eventuais dividendos, JCP, splits, bonificações, aumentos de capital etc. Com isso, alguns das rentabilidades apresentadas a seguir não serão exatamente iguais à variação da cotação do papel em 2021. Para aqueles que quiserem a planilha com a análise completa, basta me seguir no Instagram (@carlosheitorcampani), avisando que deseja ter acesso à planilha completa.

Como métrica de performance, sempre utilizo a que desenvolvi, acredito e que chamo de índice Campani. Como explicado em meus textos aqui de 8 e 15 de maio de 2020, este índice tem a mesma interpretação que o famoso índice Sharpe (rentabilidade média por unidade de risco), mas utiliza métricas de rentabilidade e risco conceitualmente corretas e bem fundamentadas. O Sharpe é fundamentalmente equivocado e pode, muitas vezes, melhorar artificialmente a performance de maus gestores, prejudicando os bons gestores – clique aqui e aqui para ler e compreender mais sobre a relação risco e rentabilidade de um ativo.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Rolar para cima